quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

As borboletas?


"Tenho saudades das borboletas. Mas daquelas que nos fazem sempre sorrir. Do fazer disparates por amor. Do rir sem sentido. Saudades que me chamem nomes lamechas. De fazer quilómetros por um único beijo. De dormir poucas horas pois não houve tempo para mais. E mesmo assim acordar com um sorriso. Do fazer tudo pelo outro e aceitar que tudo façam por nós. Saudades de quem me espera ao fim do dia. Saudades.

Tenho saudades que corram para me vir buscar. Que anseiem por que um dia acabe porque querem o meu abraço. Que me telefonem só porque apetece ouvir a minha voz. De acordar com um bom-dia e adormecer com um boa-noite.

Tenho saudades de que gostar de alguém não seja doloroso. Que amar não seja uma tragédia. Saudades de que o amor não seja só isto.

Saudades."


Desconheço o autor

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Pois é :)
      Adoro sentir tudo isto...

      Bjnhs Gaja ;)

      Eliminar
  2. Adorei!
    Explica também um bocado aquilo por que passo...

    Sabes, melhores dias virão! Há que acreditar, certo?

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem nunca sentiu as borboletas? :)

      Saudades de as sentir...mesmo!

      Acredito sempre em melhores dias...senão, olha, já tive a sorte de ter passado por eles ;)

      Bjnhs Cláudia ;)

      Eliminar
  3. Compreendo, o autor. gostaria de sentir assim um amor simples e no entanto forte...é tudo isso que qualquer ser humano deveria ter direito. e mundo era bem melhor.....
    BEIJINHOS
    ESTRELA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria bem mais fácil se tudo fosse love...
      Mas porquê que, às vezes nos interessamos pelas pessoas erradas? :(
      Tantas pessoas desencontradas...

      Bjnhs ESTRELA ;)

      Eliminar
  4. Tantos amores perdidos, trocados ou desencontrados. Tanta gente que espera um abraço que pode estar ali ao lado, mas que não nos chega...
    Beijos e bom resto de semana.
    P.S- Se a minha cara fosse o espelho qo meu passado, estava mais enrrugada de ´dedos de mãos depois de horas dentro de água. Felizmente Deus teve pena de mim. Já basta o que basta...

    ResponderEliminar
  5. Sem duvida, tanto afecto desperdiçado...e é tão bom dar e receber.
    O ser humano é mesmo complicado, sabe o que quer, do que precisa e mesmo assim, nada faz, espera que algo aconteça sem qualquer pequeno esforço :(

    Bjnhs e bom fim de semana :)

    PS- Ele é justo, sempre ouvi dizer. Não pode ser tudo mau...nós por vezes é que só vemos o lado negro da vida. O passado, passou e só serve para recordar os momentos bons...

    ResponderEliminar
  6. Também eu entrei este ano a recordar as borboletas de 2013...
    Recordar o que se viveu não é viver...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois não,.. Não é bom viver de recordações, mas de vez em quando é bom recordar o que de bom se viveu.

      O passado, já passou :)

      Bjnhs

      Eliminar